→ Quanto os convênios odontológicos pagam ao dentista?

→ Quanto os convênios odontológicos pagam ao dentista?


→ Quanto os convênios odontológicos pagam ao dentista?
5 (100%) 327 votes

Para quem não atende (e pensa em atender) ou está com pretensão de montar um consultório, há diversas dúvidas sobre o assunto, sendo a mais comum quanto os convênios odontológicos pagam ao dentista pela realização dos procedimentos odontológicos.

De fato, há uma, digamos, curiosidade em saber. Sabe-se que os convênios odontológicos pagam valores muito abaixo dos preconizados por parâmetros de referência utilizados pelos conselhos, como a VRPO ou CBHPO.

Contudo, não se sabe o QUANTO de pouco os convênios odontológicos pagam. Diante desta dúvida, decidi criar um artigo sobre o assunto. Para melhor entendimento, vamos separar por pontos gerais e específicos.

De maneira geral, os convênios odontológicos pagam, em sua grande maioria, 15 a 20% dos valores preconizados pelas referências dos conselhos e sindicatos (VRPO e CBHPO). Confira na tabela abaixo:

TABELA-COMPARATIVA-1 convênios odontológicos pagam

Coloquei acima alguns exemplos dos valores que os convênios odontológicos pagam aos dentistas. Os valores acima correspondem a 20% da CBHPO. 

No caso de especialidades, como endodontia, os valores pagos pelos convênios odontológicos situam-se entre 30% a 35% do que a CBHPO sugere como remuneração. Ocorre algo parecido em cirurgia, sendo este o motivo pelo qual é tão complicado encontrar profissionais que atendam por convênios odontológicos nestas especialidades. Vejam alguns valores (arredondados) abaixo:

Convênio A Convênio B Convênio C
Endo de Unirradicular  R$ 89,00 R$ 75,00 R$ 59,00
Endo de Birradicular R$ 103,00 R$ 94,00 R$ 82,00
Endo de Multirradicular R$ 145,00 R$ 134,00 R$ 127,00

Outro fator que geralmente influencia na remuneração das operadoras é a disponibilidade de uma determinada especialidade naquela região. Em geral, quanto menor a oferta de profissionais “maior” é o valor pago pelos convênios odontológicos ao dentista. O oposto segue a mesma lógica.

Neste ponto, ainda colocamos as glosas, que são os não pagamentos dos procedimentos realizados, por algum motivo, pelas operadoras odontológicas. Ou seja, o que era pouco fica menor ainda.

Tais fatos acima mencionados justificam a estratégia de atendimento de alta escala (volume) de pacientes de convênios odontológicos. Lembro que, destes valores acima, ainda tiraremos os custos operacionais e os tributos (que não são poucos no nosso país).

Diante do que os convênios odontológicos pagam, muitos profissionais optam por realizar tratamentos simples ou de baixo custo, como é o caso da clínica geral e dentística.

É bastante comum encontrarmos endodontistas que só tratam canais de Pré a pré, justificando que não compensa financeiramente (nem pela dor de cabeça) realizar tratamento de canal de molares pelos convênios odontológicos. 

Embora não seja endodontista, atrevo-me a dizer que, dos gigantescos R$ 127,00 pagos pelo convênio odontológico C, o dentista não bota no bolso  nem a R$ 50,00. Aí tem que se colocar também na conta a responsabilidade pelo procedimento de endo.

Leia mais


Gostou da postagem?  Que bom! =)

Compartilhe com seus colegas de profissão. Acredite, se todos soubessem lidar com o mercado odontológico, estaríamos numa situação bem melhor. Então faça a sua parte!

Caso haja alguma dúvida, não hesite em perguntar abaixo! Mande sua dúvida que farei de tudo para te ajudar!

Grande abraço e até a próxima postagem!

Wilson Correia Jr.


Recomendados Para Você:

Leave comment

Se você é IMPLANTODONTISTA, temos algo para você!  Clique AQUI e saiba MAIS
close
open