cobrar o paciente inadimplente

→ Como cobrar do paciente inadimplente em Odontologia sem medo


→ Como cobrar do paciente inadimplente em Odontologia sem medo
5 (100%) 260 votes

Uma das muitas coisas que NÃO aprendemos na graduação é como cobrar do paciente inadimplente. Isso se torna um problema, uma vez que o consultório privado vive de LUCRO, logo, quanto maior for a inadimplência, menor será o lucro.

Do outro lado, é importante saber como cobrar do paciente inadimplente, já que um abordagem incorreta pode causar o efeito reverso e você nunca ver a cor deste dinheiro.

E, na maioria esmagadora dos casos , vai sobrar para a secretária realizar esta função, confere? Nem todos os consultórios possuem um call center para este fim.

O fato é que: é importante saber cobrar da melhor forma possível, motivo pelo qual decidi criar este tópico. Além disso, não tenha medo de cobrar. Afinal, não foi você que não pagou, confere? Mas, se ficar com medo, é você quem vai sair no prejuízo.

Antes de mais nada, é importante identificar o motivo pelo qual o paciente não realizou o pagamento. Por exemplo, na maioria das vezes, ele não pagou porque está sem dinheiro ou porque esqueceu. Logo, não dá para tratar da mesma forma estes pacientes.

Como cobrar do paciente inadimplente sem medo

Há pontos importantes no processo de cobrança do paciente inadimplente que serão discutidos, a fim de realizar a cobrança sem deixar o paciente constrangido. Vamos lá:

A inadimplência não é pessoal na maioria esmagadora dos casos

Na hora de cobrar, é FUNDAMENTAL saber que o paciente não pagou por outros motivos e não porque não foi com a cara da secretária ou do dentista.

Em outras palavras: não vá armado para a cobrança dos honorários. Deixe o lado pessoal de lado e aborde o cliente com educação e simpatia.

Tenha todas (ou pelo menos a maioria) das informações do paciente antes de partir para a cobrança

Na ficha clínica deverão constar PELO MENOS as seguintes informações abaixo:

  • Data de início do tratamento;
  • Quantidade do valor já pago (incluindo a forma de pagamento);
  • Nome Completo, CPF e email;
  • Data do abandono / interrupção do tratamento.

Estas informações servirão de guia para o início da negociação com o paciente inadimplente. Sem elas, nem pense em começar.

Escolha o colaborador correto para realizar a cobrança do paciente inadimplente

É verdade que cada pessoa tem um perfil para uma atividade, salvo quando só há uma, que terá que fazer tudo. Neste caso, será importante desenvolver o perfil para cobrança do paciente inadimplente.

Caso você tenha mais de uma pessoa para exercer as funções, escolha aquela que se adapta melhor à função de recuperar crédito, algo que não é fácil. E nem preciso dizer que ela necessita de um treinamento para este fim.

Seja bastante flexível neste momento, principalmente na negociação

Neste momento que escrevo a postagem, o país está numa crise econômica. Inclusive, na data de hoje, provavelmente o Brasil entrará em uma crise ainda mais profunda, levando-se em conta a incerteza política e econômica.

Tal situação gerou uma onda de desemprego muito alta. E, naturalmente, o paciente tende a drenar suas economias para o que considera prioridade máxima, como os filhos, por exemplo.

Do outro lado, na maioria esmagadora das vezes, ele deseja quitar a dívida, porém de maneira mais flexível. Logo, prepare-se para:

  • Oferecer um bom desconto no valor da dívida para pagamentos à vista;
  • Oferecer uma boa e flexível forma de pagamento (10x sem juros, por exemplo).

A ideia principal é jogar a favor do paciente e não contra ele.

Conheça o as regras de cobrança do Código de Defesa do Consumidor

Uma cobrança indevida pode gerar muito mais do que o não pagamento dos honorários. O constrangimento do cliente pode gerar um processo contra o consultório.
 
Art. 42. Na cobrança de débitos, o consumidor inadimplente não será exposto a ridículo, nem será submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça.
 
Art. 71. Utilizar, na cobrança de dívidas, de ameaça, coação, constrangimento físico ou moral, afirmações falsas incorretas ou enganosas ou de qualquer outro procedimento que exponha o consumidor, injustificadamente, a ridículo ou interfira com seu trabalho, descanso ou lazer:  

 Analise a possibilidade de realizar uma cobrança judicial

Após diversas tentativas, pode-se optar por partir para esta solução, motivo pelo qual é importante possuir toda a documentação inerente ao atendimento do cliente como um todo.
 
Outro aspecto que deve ser levado em conta são os custos judiciais do processo. Muitas vezes não compensará, uma vez que os valores advocatícios serão maiores que a dívida. 
 


Muitos gestores não querem perder dinheiro na negociação. Poderia utilizar diversos argumentos, mas apenas indago: você prefere receber uma parte gorda de um todo ou receber nada?

Outro aspecto importante é haver um diálogo comum entre o gestor e o colaborador que realizará a cobrança. Por exemplo, o colaborador mencionar ao paciente que aceita receber 80% do valor total e o dentista só quer receber 100%. Tal atitude pode colocar toda a estratégia de cobrança do paciente inadimplente por ralo abaixo.

Leia mais:


Gostou da postagem?  Que bom! =)

Compartilhe com seus colegas de profissão. Acredite, se todos soubessem lidar com o mercado odontológico, estaríamos numa situação bem melhor. Então faça a sua parte!

Caso haja alguma dúvida, não hesite em perguntar abaixo! Mande sua dúvida que farei de tudo para te ajudar!

Grande abraço e até a próxima postagem!

Wilson Correia Jr.

 

 


Recomendados Para Você:

Leave comment

Deseja Montar Um Consultório Lucrativo?  Clique AQUI e saiba MAIS
close
open