→ Quanto vale seu consultório odontológico?

→ Quanto vale seu consultório odontológico?


Afinal de contas, quanto vale seu consultório?

É uma pergunta que alguns colegas e fizeram há algum tempo, motivo pelo qual decidi escrever esta postagem! A maioria dos dentistas leva em conta apenas o capital investido para a montagem do consultório e só.

Esta informação é importante, mas há outros fatores que influenciam na hora de vender uma parte ou conseguir investimento para seu consultório. Vamos entender melhor.

Imagine que você montou um consultório sozinho e, após 2 anos, começou a pensar na possibilidade de colocar uma pessoa e criar uma sociedade, mesmo que seja informal. Na hora de colocar o sócio, você mencionou o quanto gastou na montagem do consultório.

Erroneamente, o futuro sócio vai argumentar que os materiais e equipamentos estão usados, o que termina por desvalorizar o consultório neste aspecto. De certa forma, ele está certo. O problema se insere quando se avalia apenas o investimento inicial.

Para você não entrar pelo cano e perder muito dinheiro sair no prejuízo, vou levantar alguns pontos que te ajudarão a saber quanto vale seu consultório.

Levante TODO o investimento inicial do consultório

Aqui entra literalmente TUDO. Custos com reforma, taxas de abertura do consultório, custos com marketing, TODOS os custos para a montagem e divulgação do consultório. Guarde todos os comprovantes de pagamento para fins de comprovação.

Na hora da avaliação do valor, leve em conta a depreciação dos equipamentos que, de maneira geral, é de 10 anos, isto é, a cada ano o equipamento perde 10% do valor.

Há quanto tempo o consultório está no mercado?

O tempo de mercado do consultório deverá ser levado em conta na hora da negociação, podendo até compensar a depreciação dos equipamentos, por exemplo.

Mesmo que o consultório em questão não tenha realizado uma divulgação mas tenha feito um bom trabalho junto aos pacientes, provavelmente criou algum nome no mercado em questão.

Qual a quantidade de pacientes cadastrados na base de dados?

O número de pacientes cadastrados no consultório indica se o consultório está bem das pernas. Um consultório de muito tempo de mercado com uma base de dados pequena mostra que houve alguma falha na hora de captar pacientes.

Mesmo que não tenha uma boa base de dados, é importante ver o motivo pelo qual o consultório não tem uma boa quantidade de pacientes na carteira. Caso não tenha sido realizada uma boa divulgação, nada mais normal.

Em outras palavras, a falha da pouca clientela pode ser de origem interna, isto é, houve uma falha na divulgação e captação de pacientes, por exemplo, e não do mercado, como se pensaria no primeiro momento.

Qual o giro de pacientes por mês?

Outro número importante que influenciará no valor do seu consultório e deve ser levado em conta é o número de pacientes que gira por mês no seu consultório. No primeiro momento, o tipo de paciente indefere, ou seja, se ele é particular ou de convênios odontológicos.

Se o marketing adequado for realizado, um consultório bem movimentado pode divulgar rapidamente seu nome na região bem como gerar um bom lucro, dependendo do tipo do seu paciente. Esta é uma informação fácil de se levantar, bastando apenas analisar a agenda do consultório.

Qual o valor dos custos mensais do consultório?

Outra informação para saber quanto vale seu consultório, e que pode ser levantada sem muitas dificuldades é a relacionada com os custos do consultório.

Aqui entram os custos e despesas fixas (permanecem inalterados e independem da quantidade de atendimento, como por exemplo o aluguel) e custos e despesas variáveis (que aumentam ou diminuem conforme a demanda de atendimento, como por exemplo materiais de consumo.)

Qual o faturamento bruto do consultório?

Todas estas informações citadas acima devem ser fechadas com o faturamento mensal do consultório. Se você atende a convênios odontológicos, será fácil mostrar o faturamento, bastando apenas consultar seu extrato.

Se você recebe muita quantia em dinheiro, os recibos de pagamento podem dar uma ideia do faturamento, embora crédito em conta seja bem mais fácil de se comprovar. Um bom fluxo de caixa (entradas e saídas de capital da empresa) pode agregar MUITO valor a  seu consultório.

É bem MELHOR investir em algo que já está rodando e dando LUCRO. Ou é melhor começar do zero e passar meses sem pacientes? =(

Há projeções e estimativas de crescimento para o futuro?

Um plano de negócios pode fazer seu futuro sócio ou até mesmo investidor brilhar os olhos para seu consultório.

Nele conterão estudo de mercado, projeções financeiras, expansão do consultório bem como planos de marketing para divulgação da marca a captação de pacientes. Tudo isto deverá ser levado em conta para calcular quanto vale seu consultório.


A ideia aqui foi te dar algumas ideias para saber quanto vale seu consultório ou um % dele. Não espere que os colegas queiram pagar por isso tão facilmente. Lembre que nós, dentistas, temos uma cabeça bem fechada para o mercado de atuação.

Mas aí te darei algumas dicas e questionamentos para fazer ao colega caso ele queira pagar apenas uma parte do seu investimento inicial:

  • Quanto custaria para você montar um consultório novo?
  • Quanto tempo você gastaria indo atrás de um bom ponto?
  • Quanto tempo você ficaria pagando o aluguel sem utilizar o ponto (montagem do consultório e preparo da sala para atendimento)?
  • Quanto tempo você passaria para começar a ter pacientes no consultório?
  • Quanto tempo você começaria a ter lucro?

 

Leitura recomendada

Gostou da postagem?  Que bom! =)

Compartilhe com seus colegas de profissão. Acredite, se todos soubessem lidar com o mercado odontológico, estaríamos numa situação bem melhor. Então faça a sua parte!

Caso haja alguma dúvida, não hesite em perguntar abaixo! Mande sua dúvida que farei de tudo para te ajudar!

Grande abraço e até a próxima postagem!

Wilson Correia Jr.


Leave comment