folhetos

→ Folhetos explicativos: todo mundo quer entender!


Os folhetos explicativos têm por objetivo conter explanações sobre o tratamento odontológico que foi realizado no cliente.

Eles podem ser muito úteis para não deixar dúvidas em relação ao procedimento que foi realizado bem como advertir o cliente sobre possíveis intercorrências que possam ocorrer.

E, de certa forma, trata-se de um diferencial no atendimento.  Além disso, evita aborrecimentos entre o cliente você, já que pode passar a ideia de descaso, já que não foi dada a ele uma explicação do serviço prestado.

Pare para pensar: quantas vezes você fez alguma consulta médica ou em qualquer área de saúde e recebeu alguma explicação que não fosse verbal?

Eu mesmo nunca recebi (que eu lembre). Logo, quando você faz algo que poucos ou ninguém faz, você começa a agregar valor ao seu serviço odontológico, concordas?

Veremos alguns motivos para entregar ao cliente folhetos com explicações sobre o tratamento realizado e como entregá-los

Praticamente ninguém faz isso

Como mencionei: pare para lembrar quantas vezes você recebeu orientação QUE NÃO TENHA SIDO VERBAL do serviço, de modo geral, que você solicitou? Eu digo que a maioria nunca recebeu.

Logo, só o fato de você fazer isso (vou mostrar que é algo SIMPLES) já vai agregar valor ao seu tratamento, sem falar que é uma ótima maneira de obter um bom banco de dados de emails (discutiremos isso mais adiante na postagem sobre CRM).

Ótima maneira de se precaver de intercorrências

Sabemos que quando lidamos com humanos, tudo é possível de ocorrer, embora não seja comum (ufa!). Por exemplo, uma exodontia pode ter diversas complicações no pós operatório, desde uma simples dor até uma infecção mais grave.

Na maioria das vezes, o cliente não sabe o que fazer ou até mesmo esquece das suas explicações. Agora, vamos criar uma situação que ele recebeu as explicações abaixo:

“Prezado Sr. X,

Segue abaixo as recomendações pós operatórias:

  • Colocar gelo na região operada (externo);
  • Alimentação líquido-pastosa fria ou gelada;
  • Evitar esforços físicos;
  • Em caso de dor, utilizar as medicações prescritas;
  • Remover os pontos após 7 dias no consultório;
  • Em caso de intercorrências (sangramento, rompimento dos pontos, febre e dor persistente), entre em contato conosco pelo fone (XX) XXXX- XXXX ou pelo email [email protected]

Percebam que ele está empoderado com informações do que pode ocorrer (intercorrências mais comuns) e que ele deve procurar o dentista o quanto antes.

Outra coisa é ele não saber que isso pode ocorrer e, pior ainda, não ter como entrar em contato com o dentista. Nesse caso, você sabe aonde ele vai atrás de informação, não sabe? Aí reze para que a informação que ele encontrou seja útil.

O cliente se sente protegido

Tem coisa melhor do que saber que você pode contar com alguém em caso de problemas? Pois é! Isso passa a ser um diferencial nos dias atuais. Dê diversas formas dele entrar em contato com você ou com o consultório em caso de problemas.

Fuja dos folhetos tradicionais

Folhetos tradicionais (impressos) são importantes? Sim. Mas leve em consideração que estamos na era digital, sem falar da possibilidade dele perder o folheto, levando tudo por água abaixo.

Entenda, acho válido entregar folhetos impressos, porém SEMPRE faça associado à um meio de comunicação digital. Envie por email as recomendações, até mesmo porque o cliente pode querer tirar uma dúvida e é bem mais fácil (e mais barato) reenviar o email, caso ele não encontre.

Sim, guarde TODOS estes emails. Discutiremos isso nas postagens de email marketing.

Lembre que é um trabalho que você só fará 1x

Será um modelo padrão que, na maioria esmagadora dos casos, só haverá pequenas mudanças. Faça um levantamento dos procedimentos / especialidades que você mais atende no consultório e prepare um protocolo explicativo.

Por exemplo, caso o procedimento seja um clareamento supervisionado. Seria mais ou menos assim:

  • Apresentação do tratamento: o clareamento supervisionado consiste no uso da moldeira por um período de X horas durante 14 dias consecutivos…
  • Possíveis intercorrências: este tratamento pode gerar sensibilidade dentária, que pode ser controlada pelo uso da pasta X…
  • Avaliação do resultado: após o término do tratamento, retorne ao consultório para avaliação do resultado.

Obviamente que você não fará isso com todos os procedimentos. Por exemplo, em caso de cirurgias, acho interessante ter explicações do pós operatório. Mas aí é algo que você vai avaliar e ver se vale a pena padronizar a estratégia de folhetos.

Não pense duas vezes em partir para isso! O seu custo será basicamente de tempo para fazer, sem falar que é algo padrão, que poderá (veja bem, poderá) ter algumas modificações de um cliente para outro.

Isso também não deixa de ser um bom marketing, já que será muito natural um cliente dizer numa roda de amigos:

“Ah, o meu doutor mandou todas as explicações por email.”

Não pense duas vezes. HAJA! =D

 

Leia mais:


Gostou da postagem?  Que bom! =)

Compartilhe com seus colegas de profissão. Acredite, se todos soubessem lidar com o mercado odontológico, estaríamos numa situação bem melhor. Então faça a sua parte!

Caso haja alguma dúvida, não hesite em perguntar abaixo! Mande sua dúvida que farei de tudo para te ajudar!

Grande abraço e até a próxima postagem!

Wilson Correia Jr.


Leave comment