consultório equipamentos odontológicos usados

→ Vale a pena comprar equipamentos odontológicos usados para o consultório?


→ Vale a pena comprar equipamentos odontológicos usados para o consultório?
5 (100%) 166 votes

Uma prática bastante comum entre os dentistas, principalmente entre os dentistas que pretendem montar seu consultório, contudo não possuem capital para isso, é a compra de equipamentos odontológicos usados.

O pouco capital que os dentistas possuem no início da vida profissional faz com que eles tomem este rumo. Afinal de contas, muitas vezes é possível comprar bons equipamentos odontológicos usados, economizando assim um bom dinheiro.

No entanto, é preciso ter alguns cuidados na hora de comprar equipamentos odontológicos usados para seu consultório, pois existe a possibilidade real de literalmente de comprar gato por lebre. Em outras palavras, o barato sairá bem caro no final.

No final de 2009, comprei um equipo odontológico usado para meu consultório. Na época, não tinha condições de pagar por um novo, então só me restava esta possibilidade.

Tive apenas uma indicação da empresa que reformava consultórios e confiei. Do outro lado, próximo de fechar o negócio, um amigo meu tinha me dito para desistir, pois a fama que a empresa tinha não era boa.

Com pouca experiência, fiquei receoso de dar para trás em algo que já estava perto de se concretizar. Logo, fechei o negócio. Mal sabia no que estava me metendo…

Em pouco tempo de consultório e com pouquíssimos atendimentos, meu equipo não quebrou menos de 10 vezes não. Isso no espaço de poucos meses. Era um aborrecimento atrás do outro. Os poucos atendimentos que fazia era interrompidos por problemas nos equipamentos odontológicos.

Diante deste problema que ocorreu comigo, passarei abaixo algumas dicas para comprar equipamentos odontológicos usados da maneira correta, reduzindo assim o risco de ter problemas.

Opte comprar equipamentos odontológicos usados de técnicos conhecidos

Se há um profissional que pode te indicar um bom equipamento e até material para o consultório odontológico é o técnico que faz manutenções e consertos dos equipamentos do consultório.

Ele não só sabe indicar como sabe quem tem para vender um determinado equipamento, inclusive sabendo da procedência. Por favor, não entenda que falo da questão da idoneidade de quem quer vender o equipamento, mas sim de como está o equipamento nas suas condições de conservação, que iremos discutir abaixo.

Procure saber quem está vendendo aquele equipamento odontológico

Repito que não menciono avaliar a idoneidade do vendedor, mas sim o tempo e frequência de uso do determinado equipamento.  Para quase tudo na vida, os equipamentos possuem um tempo de vida útil até começarem a apresentar defeitos ou irregularidades no seu desempenho.

Quanto maior o uso do equipamento odontológico, menor será sua vida útil, logo a chance de aparecerem defeitos é grande. Traduzindo: tente evitar comprar equipamentos odontológicos de consultórios ou clínicas com alta rotatividade de atendimento.

Por mais que se tenha realizada as manutenções no tempo certo, nunca será a mesma coisa de um equipamento com pouco tempo de uso.

Se o equipamento estiver na garantia, melhor ainda

Nós sabemos que, no nosso país, a garantia de defeitos nos equipamentos não é lá essas coisas, mas pode se tornar um fator importante em determinados momentos. Logo, se o equipamento ainda estiver na garantia, talvez valha a pena investir.

Do outro lado, SEMPRE confirme com o fabricante qual o tempo de garantia daquele equipamento odontológico usado apenas por precaução. E mesmo se a compra vier de um técnico, peça garantia de pelo menos 3 meses.

Veja se a linha / modelo do  equipamento odontológico não está ultrapassado

Em se tratando de tecnologia em odontologia, as coisas andam rápido. Um equipo novo, com toda a tecnologia associada a ele, em 6 a 12 meses estará ultrapassado, o que não quer dizer fora de uso. É perfeitamente possível utilizá-lo. Por exemplo, meu equipo tem 5 anos.

Do outro lado, há determinados equipamentos cujo modelo encontra-se realmente obsoleto, tendo até dificuldades de se encontrar peças de reposição. Por exemplo, amalgamador que use limalha e mercúrio. De alguns anos para cá, encontramos para vender apenas amalgamadores de cápsulas. Logo, não valerá a pena investir em algo que está saindo do mercado.

Outro exemplo disso são os fotopolimerizadores com fio. Na era dos aparelhos via WiFi e com baterias inteligentes, comprar determinados aparelhos com fio pode ser uma bela furada. E o fotopolimerizador se encaixa bem neste aspecto.


Minha opinião: acredito que vale MUITO a pena comprar equipamentos odontológicos usados ou semi novos, principalmente se o dentista tem pouco capital para investir no início.

No começo da minha vida de consultório, lembro que comprei muita coisa usada pela impossibilidade financeira de comprar equipamentos odontológicos novos. Como mencionei acima, meu equipo quebrou diversas vezes.

Do outro lado, comprei um compressor odontológico anos depois de outro técnico e praticamente não tive problemas. Vale a pena levar em conta os pontos discutidos nesta postagem na hora de comprar equipamentos odontológicos usados.

Leia mais


Gostou da postagem?  Que bom! =)

Compartilhe com seus colegas de profissão. Acredite, se todos soubessem lidar com o mercado odontológico, estaríamos numa situação bem melhor. Então faça a sua parte!

Caso haja alguma dúvida, não hesite em perguntar abaixo! Mande sua dúvida que farei de tudo para te ajudar!

Grande abraço e até a próxima postagem!

Wilson Correia Jr.

 


Recomendados Para Você:

Leave comment

Se você é IMPLANTODONTISTA, temos algo para você!  Clique AQUI e saiba MAIS
close
open