paciente de convênio falta

→ Por que o paciente de convênio odontológico falta muito à consulta?


Conversando com amigos de colegas dentistas sobre o assunto, decidi criar esta postagem para tentar de passar uma possível explicação do motivo pelo qual paciente de convênio falta tanto às consultas odontológicas.

Lembro que atendia um convênio cujo número de pacientes era muito alto. Por exemplo, se eu pedisse a minha secretária para marcar TRINTA pacientes por turno, ela conseguiria marcar numa boa!

Da mesma forma que ela conseguia marcar 30 pacientes, hipoteticamente falando, eu NÃO conseguiria atender nem a metade disso.

Eles simplesmente não compareciam à consulta. E isso não é exclusividade da odontologia, infelizmente. Inclusive nem só da área de saúde.

No salão onde corto meu cabelo, o atendimento é feito por hora marcada. Não era incomum escutar o dono do salão se queixar dos clientes que marcavam e não compareciam.Q

Quando um paciente de convênio falta à consulta e não avisa previamente ou nem avisa, o prejuízo é dobrado, porque o paciente marcado não veio e impossibilitou a marcação de outro paciente que e interessaria em ser consultado.

Afinal,  por que paciente de convênio odontológico falta tanto à consulta?

Levantarei alguns prováveis motivos que levam o paciente de convênio odontológico a faltar tanto e, pior ainda, faltar e não avisar. Claro que estou colocando uma situação na qual você tem um sistema de marcação eficiente em seu consultório.

O paciente não percebe que o não comparecimento à consulta sem justificativa é nocivo ao consultório

Este tópico também serve para pacientes particulares, embora o índice de faltas seja bem menor, quando comparado aos pacientes de convênios odontológicos. Ele acha que você tem uma agenda esborrando de pacientes e a falta dele pouco representa ao consultório.

No primeiro contato, é importante que a secretária dê ênfase a remarcação ou desmarcação da consulta, caso o paciente não possa aparecer.

O paciente marca consultas para vários dentistas ao mesmo tempo 

Após bater um papo com um amigo meu que realiza endodontia por convênios odontológicos, o mesmo relatou que seu índice de falta era muito alto. Perguntei a ele se, por exemplo, eu fosse realizar com ele um tratamento de canal, para quando teria vaga.

O mesmo relatou que só teria vaga para 30 dias.  O paciente, que em muitos casos de endodontia, tem alguma sintomatologia associada, dificilmente vai esperar todo este tempo.

Quando fiz residência em saúde pública, estagiei na central de regulação de Recife e presenciava exatamente isso: o alto índice de faltas às consultas no SUS. Era claro que o paciente não iria esperar meses para resolver seu problema.

Ocorre algo parecido com as operadoras de saúde. O paciente, quando não tem vínculo com o dentista (pacientes novos), tende a procurar alguém que atenda numa data mais próxima, principalmente se o caso dele for urgente ou se a marcação estiver distante.

Até aí tudo bem. É direito dele marcar para outro profissional. O que acontece é que liga para diversos dentistas, vai apenas ao que tiver uma data mais próxima e não desmarca os demais.

O paciente acha que você é contratado do convênio

Lembra daquele paciente que chegou ao seu consultório e, por algum motivo inerente ao convênio, ele não pode ser atendido? Já posso adivinhar o que ele disse:

Mas o plano vem descontado do meu contracheque todo mês…

Contratualmente, há uma contratação de prestação de serviços entre o convênio e o dentista, o que não quer dizer um contrato de carteira assinada. Logo, o paciente acha que:

  • Tem que atendê-lo de qualquer forma;
  • Tem que atendê-lo quando ele quiser e bem entende;
  • Ele pode faltar à vontade, já que o dentista vai receber do convênio de qualquer forma.

Para o paciente, a responsabilidade que ele tem é com o pagamento das mensalidades do plano e só. A questão de ir ou não à consulta é problema do dentista e do convênio.

Para o paciente de convênio, os dentistas são todos iguais

Um dos principais motivos pelos quais o paciente de convênio falta é que, para ele, o dentista é o commodity do convênio, isto é, não há diferença entre eles. Por isso que ele marca para um, vai para outro e ainda faz a revisão com um terceiro, quando faz.

A grande prova disso é que quando você tem uma clientela de um determinado convênio e, por algum motivo, você pede descredenciamento, um ou outro paciente daquele convênio volta para você para fazer particular, confere?


O paciente de convênio falta com uma certa frequência e isso é algo que você vai conviver eternamente. Se você tem a certeza que tem uma marcação de pacientes eficiente, então não resta muito a fazer.

A dica que eu dou e inclusive já mencionei isso em outras postagens é fazer uso do ovebooking na hora de marcar os pacientes, já para compensar o alto índice de faltas.

 

Leitura recomendada

 


Gostou da postagem?  Que bom! =)

Compartilhe com seus colegas de profissão. Acredite, se todos soubessem lidar com o mercado odontológico, estaríamos numa situação bem melhor. Então faça a sua parte!

Caso haja alguma dúvida, não hesite em perguntar abaixo! Mande sua dúvida que farei de tudo para te ajudar!

Grande abraço e até a próxima postagem!

Wilson Correia Jr.


Comment on "→ Por que o paciente de convênio odontológico falta muito à consulta?"

  1. Fátima

    O q é ovebooking?

    • Wilson Correia Jr.

      Olá, Fátima! Tudo bem?

      Overbooking, no caso das consultas, consiste em você marcar mais pacientes do que possa atender, com o objetivo de compensar as faltas. Por exemplo, você consegue atender 10 pacientes por turno. Mas faltam sempre 3 pessoas. Logo, você vai marcar 13 pessoas (overbooking) para compensar as três faltas que ocorrem, logo você atenderá as 10 pessoas! =D

Leave comment