→ 6 vacilos que podem ocorrer no atendimento odontológico. Acredite, você um dia vai passar por isso!

→ 6 vacilos que podem ocorrer no atendimento odontológico. Acredite, você um dia vai passar por isso!


→ 6 vacilos que podem ocorrer no atendimento odontológico. Acredite, você um dia vai passar por isso!
5 (100%) 71 votes

Mais um post da série não estava na programação. Mas vale muito a pena ler.Ontem, durante o  atendimento odontológico, percebi que um vacilo meu quase passou despercebido, porém, ao 48 minutos do segundo tempo, consegui corrigir.

No nosso dia a dia profissional, determinadas atitudes podem colocar seu nome na berlinda literalmente e, dependendo do caso, você pode até perder o paciente, como explicarei adiante.

Você pode até achar que é bobagem, mas não é. Basta inverter a situação, isto é, se por no lugar do paciente. Então, vamos lá:

6 vacilos que podem ocorrer no atendimento odontológico como um todo

Deixar o paciente sair do consultório com a roupa ou rosto sujo

Começo por este motivo porque foi o que me ocorreu ontem durante a instalação de um aparelho ortodôntico. A bochecha do paciente ficou suja com pedra pomes, ficando com uma lista branca no rosto.

Uma vez, atendi uma paciente que veio apenas remover a sutura comigo. Indaguei o motivo pelo qual ela não voltou ao profissional para remoção dos pontos. A resposta dela foi:

O dentista não limpou meu rosto. Saí toda suja de sangue…

Ocorre o mesmo com as vestimentas. Na nossa profissão, com o uso da alta rotação, a chance de respingar algo nos pacientes é altíssima.

Oriente sua auxiliar a limpar ou enxugar o rosto do paciente antes de liberá-lo. Aconselho também averiguar juntamente com a auxiliar para não passar batido.

O custo de um babador é muito baixo. Claro que há procedimentos que não requerem, como por exemplo uma remoção de sutura ou urgência ortodôntica (ajuste ou corte do fio). Nem que seja um babador de plástico que possa ser limpo.

Não conferir se o ambiente está limpo e organizado antes da entrada do paciente

Dependendo do tipo de atendimento odontológico, o monitoramento do ambiente do consultório pode passar despercebido. De toda forma, pequenos detalhes podem fazer com que o paciente nunca mais volte ao consultório.

Por exemplo, na maioria das vezes tenho o costume de averiguar a sala clínica, principalmente se a cuspideira está limpa. Qualquer vestígio de sangue pode fazer com que haja uma comparação entre seu consultório e um açougue, literalmente.

Isso sem falar da falta de higiene que tal atitude acarretará. E se o paciente for de primeira vez, a chance de volta ao consultório é mínima.

Circular pelo ambiente do consultório com luvas

Outro erro que ainda encontramos nos consultórios é a circulação de atendentes e/ou profissionais de saúde com luvas, abrindo e fechando portas, atendendo celulares, digitando em computadores, etc.

Além de aumentar a probabilidade de infecção cruzada, passa a sensação de que não há a menor preocupação com a higiene no local. Algo parecido ocorre na ida ao banheiro com jaleco.

Confiar na memória do paciente

Por acaso você sem lembra o que comeu no café da manhã há 7 dias? Provavelmente não, confere?

E por que você acha que o paciente vai lembrar da consulta de retorno ou periódica? O mundo anda muito cheio de informações. Faz-se necessária uma lembrança. Se o paciente foi marcado na próxima semana, confirme sua consulta.

Se o tratamento foi concluído, já deixe a consulta preventiva marcada na agenda. Não dê sorte ao azar! Se confiar na memória do paciente, a concorrência agradecerá.

Lavar roupa suja na frente dos pacientes

Não há nada mais constrangedor do que uma discussão em público. Os clientes precisam APENAS conhecer as qualidades do seu consultório e atendimento odontológico e não os seus defeitos.

Uma regra básica para um excelente convívio no consultório: elogie em público e repreenda em particular.

NUNCA fale de um paciente na frente de outro

Já trabalhei em diversos consultórios e em praticamente todos eles vi isso. O paciente que está escutando pode até achar engraçado, mas vai sair com a sensação de que é um ambiente de fofocas e não um consultório.

Além do mencionado no parágrafo acima, trata-se de uma infração ética por quebrar o sigilo profissional entre o dentista e o paciente.


Há diversas outras falhas que ocorrem durante o atendimento odontológico. Podemos até considerar uma besteira mas, para o paciente, pode ser algo decisivo desde a hora de fechar um tratamento até decidir se vai voltar ou não ao consultório.

Procure eliminar pequenas falhas no atendimento do seu consultório. Para conseguir enxergar mais, faça uma pesquisa de satisfação para seus pacientes.

 

Leitura recomendada:


Gostou da postagem?  Que bom! =)

Compartilhe com seus colegas de profissão. Acredite, se todos soubessem lidar com o mercado odontológico, estaríamos numa situação bem melhor. Então faça a sua parte!

Caso haja alguma dúvida, não hesite em perguntar abaixo! Mande sua dúvida que farei de tudo para te ajudar!

Grande abraço e até a próxima postagem!

Wilson Correia Jr.


Recomendados Para Você:

Leave comment

Se você é IMPLANTODONTISTA, temos algo para você!  Clique AQUI e saiba MAIS
close
open