formas de pagamento

→ Que Formas de pagamento você aceita no seu consultório?


Há diversas formas de pagamento que podem ser utilizadas após determinação do preço do seu tratamento odontológico, devemos saber que há diferentes formas de pagamento.

Embora ainda haja muita resistência por parte dos dentistas em facilitar o pagamento (aqui NÃO entenda como guerra de preço), isso deverá fazer parte da sua carreira profissional se você não quiser ficar fora do mercado.

Aquela época de pagamento de todo o tratamento à vista ou parcelado em 2x está se extinguindo em progressão geométrica, acredite!

O profissional de saúde, de maneira geral, torce o nariz quando falamos em facilidade de pagamento. Aí incluímos o dentista!

Conheço alguns dentistas que só recebem em dinheiro vivo. Isso não é só uma característica do dentista, mas sim de toda a área de saúde.

Os profissionais dentistas mais experientes até se ofendem quando tocamos neste assunto. Ora, nada mais normal!

Estes dentistas vieram de uma época em que o pagamento era feito à vista ou parcelado em pouquíssimas vezes e também não existia a cultura de se ter um cartão de crédito como se tem hoje. Por isso há uma resistência enorme por parte dos dentistas mais experientes!

Só que o tempo desse tipo de pagamento está nas últimas. Associado a isso, vivemos uma época de incerteza econômica no nosso país. Isso faz com que os clientes prefiram outras formas de pagamento que não seja apenas em espécie!

Formas de pagamento mais comumente usadas: dinheiro vivo, cheque e cartão de crédito.

Dinheiro vivo (espécie)O-Plano-Real2

Embora seja bem utilizado nos públicos C e D, esta forma de pagamento está diminuindo aos poucos principalmente por questões de segurança e a ausência do capital completo para a compra do produto ou serviço.

  • Principal vantagem: reduzir a zero o risco de calote no tratamento;
  • Principal desvantagem: o recebimento de notas falsas.

Cheque

Modalidade bastante utilizada em tratamentos mais onerosos (numericamente falando).

  • Principal vantagem: poder parcelar altos valores de planos de tratamento, diante da possibilidade do cliente não apresentar limite no cartão de crédito nem o montante em espécie;
  • Principal desvantagem: a possibilidade do uso de cheque sem fundo.

 

Cartão de crédito

Uma das modalidades mais utilizadas pelos clientes nos dias atuais e mais seguras para o dentista.

Primeiro porque é bem mais seguro andar com cartão de crédito do que dinheiro (aqui refiro-me a roubos e furtos).

Segundo porque é possível realizar uma compra de um determinado produto ou serviço podendo fazer uso do parcelamento do cartão; terceiro porque hoje, o uso dos cartões de crédito oferecem vantagens, como por exemplo o ganho de milhas.

→ Que Formas de pagamento você aceita no seu consultório?

  • Principal vantagem: segurança no recebimento;
  • Principal desvantagem: dependência do limite do cartão do cliente, principalmente em tratamentos com valor agregado alto.

Particularmente não gosto de trabalhar com cheques. Os dois calotes que tomei na vida profissional vieram de cheques, motivo pelo qual só aceito de pessoas conhecidas!

Quando se atua na modalidade de pessoa jurídica (PJ), é possível saber se o cliente tem alguma restrição de crédito ou no CPF.

Há outras modalidades de créditos (boletos e carnês) que falarei outrora por ser menos utilizadas no dia a dia.

A contratação de uma empresa que forneça o cartão de crédito pode ser feita direta (com a empresa) ou indiretamente (via banco, por exemplo).

Hoje em dia, há diversas plataformas online que disponibilizam o serviço, cobrando uma mensalidade bem menor que as maquinetas usuais e ainda com a facilidade de parcelamento em diversas vezes, algo que nem toda maquineta apresenta no começo, ainda mais quando ela requer um fluxo de vendas de serviços alto para aumentar a quantidade de parcelas disponíveis para os clientes.

NOTA: conforme o artigo 44 (inciso I) do Código de ética odontológica, constitui infração ética fazer publicidade e propaganda enganosa, abusiva, inclusive com expressões ou imagens de antes e depois, com preços, serviços gratuitos, modalidades de pagamento, ou outras formas que impliquem comercialização da Odontologia ou contrarie o disposto neste Código.

Resumindo, no ambiente extra consultório odontológico, você não pode divulgar que aceita cartões de crédito (nem colocar as bandeiras). Tá, eu sei que você já viu diversos locais que colocam, mas eles correm o risco de sofrer processo ético.

Falaremos mais sobre este assunto no próximo post (facilidade de pagamento).

 

Leia mais:


Gostou da postagem?  Que bom! =)

Compartilhe com seus colegas de profissão. Acredite, se todos soubessem lidar com o mercado odontológico, estaríamos numa situação bem melhor. Então faça a sua parte!

Caso haja alguma dúvida, não hesite em perguntar abaixo! Mande sua dúvida que farei de tudo para te ajudar!

Grande abraço e até a próxima postagem!

Wilson Correia Jr.


Leave comment